Os cuidados com a saúde do seu aparelho digestivo não podem ter pausa

Saiba a hora certa de buscar a ajuda de um gastroenterologista. Quando isolados, dores de estômago, enjôos, vômitos e outros sintomas não chamam a atenção de muita gente. Mas quando persistem por mais de um dia, pode ser hora de consultar um gastroenterologista. Afinal, muitas vezes esses sinais indicam gastrite, úlceras, refluxo e várias doenças do sistema digestivo. Os profissionais de gastroenterologia do Pilar Hospital estão preparados para ajudar a evitar problemas futuros e enfermidades mais sérias, com todo tipo de tratamento e exame na área. Para isso, além do tratamento humanizado, com uma equipe capacitada e atendimento 24 horas, ainda existe a tecnologia dos equipamentos de ponta, como as Torres Cirúrgicas 4K Karl Storz. As torres são as únicas de Curitiba e já estão em funcionamento no hospital. A qualidade de imagem é o seu principal benefício, que aliada ao efeito de profundidade, traz fatores fundamentais para a eficiência na videocirurgia. Junto às torres, a chegada do Robô Da Vinci, presente em poucos hospitais do mundo, possibilita muito mais conforto para o cirurgião que irá realizar o procedimento. Isso proporciona ainda uma cirurgia menos invasiva aos pacientes, com menor tempo de recuperação. E como reforça a Dra Fabiana Weffort Caprilhone, “tudo com todos os protocolos de segurança para que o cuidado com a sua saúde nunca pare”. Não deixe para depois e agende as suas consultas e exames de gastroenterologia no Pilar Hospital agora mesmo. [embed]https://youtu.be/TDi0JYZGtQc[/embed]

Sua saúde não tem pausa

A importância do cuidado sem pausa com a saúde No Pilar Hospital você tem segurança e tecnologia de ponta para se cuidar sempre.   Exames e consultas de rotina são responsáveis pelo diagnóstico precoce que salva vidas em diversas doenças. Manter as consultas regulares aos clínicos gerais e também aos especialistas, além de não parar tratamentos ou adiar cirurgias, faz toda a diferença para a sua saúde. Um diagnóstico precoce de Alzheimer, por exemplo, pode ajudar a estabilizar o curso progressivo da doença e traz até melhoras cognitivas para o paciente, segundo o neurocirurgião Dr. Léo Ditzel. Já as visitas regulares ao cardiologista podem reduzir o risco de infarto em mais de 85% para as mulheres, informa o Dr. José Carlos Tarastchuk. Para que o cuidado com a sua saúde nunca pare, o Pilar Hospital reúne uma equipe de quase 400 médicos em 39 especialidades diferentes, muitas delas com equipes dedicadas também no pronto atendimento, 24 horas por dia. Médicos e pacientes do hospital tem à disposição os mais modernos equipamentos para exames e cirurgias, alguns ainda inéditos na região e até no país, como é o caso do microscópio Kinevo 900 e do Airo-tomógrafo intraoperatório móvel Brainlab, respectivamente. Além dos mais modernos equipamentos do mercado, o Pilar conta com rígidos protocolos de segurança em todas as suas áreas, com equipes treinadas e equipadas. Conheça os médicos especialistas do Pilar Hospital e agende hoje mesmo a sua consulta. [embed]https://youtu.be/oyJWQ8jRCWI[/embed]

Isolamento e falta de atividade física podem aumentar dores crônicas em idosos

Mesmo com algumas flexibilizações, desde a segunda quinzena de março a recomendação do Ministério da Saúde é para que as pessoas evitem aglomerações, a fim de evitar o contágio nesse momento de pandemia. Essa situação, no entanto, tende a causar um aumento no sedentarismo e no sentimento de solidão, o que traz consequências negativas para a saúde, em especial dos idosos.   Segundo a médica especialista em geriatria e clínica médica do Pilar Hospital, Fabiana Weffort Caprilhone, as dores crônicas nessa população, ou seja, com duração superior a três meses, podem aumentar com a falta de atividades físicas. Além disso, a solidão pode causar e agravar quadros de depressão, o que costuma afetar a memória e muitas vezes se reflete em sintomas físicos, como as dores.   A médica afirma que o aumento das dores crônicas tem uma forte ligação com a saúde mental. O idoso, por estar mais isolado, sem contato com outros familiares, pode apresentar aumento na dor como um sinal da depressão. Por isso a importância de não abandonar as consultas com o médico assistente, pois esse profissional poderá prescrever as medicações necessárias e que irão trazer mais qualidade de vida.   De acordo com médica, as dores mais comuns na terceira idade estão localizadas:   Nos membros inferiores, principalmente quadril, joelhos e pernas.   Fabiana afirma que os idosos se beneficiam de intervenções físicas e de reabilitação e não somente de medicamentos, como acupuntura, exercícios de alongamento, pilates e musculação, por exemplo. Porém, nesse momento, um acompanhamento remoto muitas vezes já auxilia. “Os filhos e netos podem também ajudar acompanhando em caminhadas pela quadra ou dentro de casa para manter a mobilidade dessas pessoas. No caso de piora significativa, o paciente deve procurar o seu médico, sempre buscando a precaução na utilização abusiva de analgésicos e antiinflamatórios, pois pode trazer danos para a saúde nessa faixa etária”, destaca.   Prevenir é a melhor solução, cultivando bons hábitos alimentares, fazendo exercícios físicos, mesmo que em casa, utilizando a tecnologia para aproximar os familiares e mantendo uma rotina regular de consultas médicas para o bom controle de doenças crônicas que ocorrem na terceira idade.  

1 2 3 4 6
Newsletter
Newsletter

Assine nossa newsletter

Assine a nossa newsletter para promoções especiais e atualizações interessantes.