Novembro Azul é o mês de conscientização para os cuidados da saúde de homem

O Novembro Azul é uma campanha criada para alertar sobre os cuidados com a saúde do homem. A ideia consiste em conscientizar sobre a importância de manter o bem-estar de uma forma geral, com foco, porém, na prevenção ao câncer de próstata. Esse tumor corresponde ao segundo tipo mais comum entre os homens do país, atrás apenas do de pele não-melanoma. Entre os especialistas, a opinião é unânime - quando diagnosticado na fase inicial, há uma alta chance de cura.   Para diagnosticar precocemente é essencial manter consultas regulares com um urologista, pois, em fase inicial, a doença não desenvolve sintomas, sendo esse o principal motivo para realizar os exames de detecção: de sangue (PSA) e o toque retal. No Pilar Hospital os pacientes têm à disposição um novo Serviço de Urologia, coordenado pelo Dr. Eduardo Gabriel Gerber Wietzikoski, urologista com especialização em endourologia, cirurgia minimamente invasiva e robótica. Segundo o médico, muitos homens deixam os cuidados com a saúde para depois. “A rotina atribulada faz com que muitos acabem lembrando de cuidar da própria saúde somente quando sentem algum mal-estar ou são acometidos por uma doença, mas é necessário mudar esse panorama”, afirma.   A orientação do especialista é que o acompanhamento inicie com 40 anos de idade ou sempre que a pessoa tiver sintomas como dificuldade para urinar, dor nos rins, dor abaixo do umbigo ou nas costas e em caso de doenças sexualmente transmissíveis. “Os tumores malignos podem ocorrer de forma lenta e muitas vezes não causam sintomas, sendo o somatório dos exames que aumenta as chances de detecção. Não é preciso ter medo de ir ao urologista. Para que a sua saúde esteja sempre em dia, as consultas devem fazer parte da rotina”, orienta. No Pilar Hospital existe a possibilidade de fazer todos os procedimentos em um mesmo local com uma equipe completa formada por urologistas, radioterapeutas, oncologistas clínicos e oncologistas cirurgiões, além de outros profissionais. Além disso, a Instituição possui um parque tecnológico de ponta, com equipamentos como o robô Da Vinci, que permite realizar procedimentos minimamente invasivos. Na cirurgia de próstata, por exemplo, torna possível a preservação máxima dos tecidos, trazendo mais segurança e uma rápida recuperação aos pacientes.   Quanto à prevenção, não há forma exata de evitar o câncer de próstata, pois o maior risco é genético. Porém, buscar uma boa qualidade de vida é sempre um caminho benéfico para a saúde como um todo. Entre as atitudes que colaboram para evitar a doença estão:     Ir a um urologista regularmente;   Evitar fumar e consumir bebidas alcóolicas em excesso;   Manter uma alimentação equilibrada, rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais;   Praticar atividades físicas, ao menos 30 minutos por dia.   A saúde é o seu bem mais precioso. Cuide-se.

Pilar Hospital investe em novas tecnologias

São muitos os detalhes que tornam uma empresa referência em sua área de atuação. No caso do segmento da saúde, oferecer equipamentos de ponta é sem dúvidas um dos principais diferenciais que tornam o atendimento ao paciente ainda mais eficaz e com melhores resultados. O investimento em novas tecnologias faz parte dos 56 anos de história do Pilar Hospital, que passou a integrar recentemente a Hospital Care - considerada uma das principais holdings administradora de serviços da saúde. Essas novas tecnologias incluem as primeiras Torres Cirúrgicas de Curitiba para videolaparoscopia 4K – Karl Storz, que oferecem qualidade de imagem na realização de procedimentos minimamente invasivos. Único da região sul do país, outro equipamento já adquirido é o Sistema de Visualização Robótica KINEVO 900 da ZEISS, que mediante injeção de imagem, leva até o cirurgião uma visão multidimensional do campo operatório, e atua em parceria com o neuronavegador Curve – Brain Lab, que otimiza a navegação com planejamento pré-operatório e visualização cirúrgica. Uma das novidades mais esperadas foi a recém-chegada do Robô Da Vinci, uma técnica cirúrgica inovadora, sendo uma das mais avançadas da atualidade, presente em poucos centros hospitalares do mundo. Esses investimentos ampliaram ainda mais o patamar de qualidade no atendimento ao público da região, além de trazer conforto e precisão que resultam em mais segurança aos profissionais da saúde. “É tempo de reinventar, é tempo de crescer”.

Pilar Hospital oferece Pronto Atendimento para urgências e emergências

O Pronto Atendimento do Pilar Hospital, responsável por receber casos de forma humanizada e eficiente, está localizado na entrada principal da Instituição e é voltado para quem precisa de avaliação com sintomas súbitos/agudos. Além do preparo das equipes médicas e de enfermagem para o atendimento inicial, há o apoio integral de diversas especialidades que possam ser necessárias em situações graves, incluindo: ortopedia, neurologia e neurocirurgia, nefrologia e urologia, cardiologia e cirurgia cardíaca, infectologia, clínica médica, cirurgia geral, vascular e otorrinolaringologia, entre outras.   Ao chegar na Unidade, que funciona todos os dias da semana, o paciente passa por uma triagem que verifica os sintomas e classifica a gravidade do quadro, sendo definido em um dos cinco níveis:   Sem urgência; Pouca urgência; Urgente; Muito urgente; Atendimento imediato.   As classificações são identificadas por cores e tem como proposta garantir o tempo hábil para os casos críticos.   No início da pandemia foram redobrados os cuidados no encaminhamento e nos processos de atendimento. Para a população fica o alerta de que ao menor sinal, procure imediatamente uma unidade de atendimento à saúde, principalmente nos casos neurológicos que estão diretamente relacionadas ao tempo - quanto mais rápido o socorro e o atendimento menor índice de mortes e sequelas.   Para os que não apresentam sintomas agudos e/ou situação de risco à vida, podem agendar consultas ambulatoriais. São os pacientes que precisam realizar, por exemplo, consultas de rotina, solicitações de exames ou receitas, avaliações e acompanhamento de doenças cônicas e check-up.   Cuidar da saúde é o seu principal compromisso.

Dezembro Laranja: conheça os tipos de câncer de pele e previna-se

Dezembro é o mês para lutarmos contra um vilão silencioso e perigoso: o câncer de pele. A campanha Dezembro Laranja tem o objetivo de lembrar a população sobre a importância de se prevenir contra essa doença. Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), o tumor de pele costuma se manifestar em pessoas com mais de 40 anos, mas essa regra está encontrando cada vez mais exceções. A exposição constante ao sol e a maior intensidade dos raios solares, causada pelas alterações climáticas no planeta, estão diminuindo, aos poucos, a idade dos pacientes que são atingidos pelo câncer de pele. É preciso mudar alguns hábitos da nossa rotina para prevenir essa doença. Antes, vamos entender quais os tipos de câncer, seus sintomas e como é feito o diagnóstico. Melanoma e não melanoma: qual a diferença? O câncer de pele está dividido em dois tipos: o tumor com mais chances de tratamento e cura é chamado de não melanoma e pode ser um carcinoma basocelular ou espinocelular; já o tipo mais perigoso de câncer e que tem chances de cura muito baixas é conhecido como melanoma. Veja as principais características de cada tipo e saiba como identificar. 1) Não melanoma – Carcinoma Basocelular Esse é o diagnóstico de 95% dos casos de câncer de pele. É o tipo menos grave e, normalmente, se manifesta através de manchas na pele, que crescem lentamente. Elas aparecem em locais de maior exposição ao sol, como rosto, pescoço, orelhas e couro cabeludo. 2) Não melanoma – Carcinoma Espinocelular Segundo tipo de câncer mais comum, suas vítimas costumam ser homens, mas também pode se manifestar em mulheres. O principal sintoma é uma ferida em forma de nó que cresce rapidamente e forma uma casquinha. Apesar de também ter ligação com a exposição solar, ele pode ser causado pelo tratamento de quimioterapia e radioterapia ou se desenvolver em quem já tem problemas de pele crônicos, como feridas que não cicatrizam. 3) Melanoma maligno Uma pinta escura, que vai se deformando com o passar do tempo é o principal sinal deste tipo de câncer, o mais perigoso de todos. Ele é provocado pela exposição ao sol ou por queimaduras, principalmente em pessoas com a pele muito clara. Se não for identificado precocemente, pode ser fatal, pois se desenvolve e atinge outros órgãos, como o pulmão. Para todos os tipos, uma solução: prevenção Benigno ou maligno, o câncer de pele é assunto sério e é importante prevenir. Alguns hábitos simples podem aumentar suas chances de ficar longe dessa doença. Veja as principais formas de prevenção e inclua na sua rotina: – utilize filtro solar diariamente, de preferência com fator de proteção 30, principalmente das 10h às 16h, horário em que os raios solares são mais fortes; – evite a exposição ao cigarro e outras substâncias tóxicas; – proteja-se do sol com bonés, chapéus, óculos escuros com proteção UV, guarda-sol e barracas. Colocando em prática esses hábitos, o câncer de pele pode ser evitado. Mas, lembre-se: se observar alguma pinta, sinal ou mancha anormal na sua pele, procure imediatamente um dermatologista. Só ele pode dar o diagnóstico preciso para os seus sintomas e prescrever o tratamento ideal. Além disso, quanto antes for diagnosticado, mais fácil será o processo de cura. Vamos juntos fazer do Dezembro Laranja uma campanha que dure o ano inteiro.

1 2 3 4 5 6
Newsletter
Newsletter

Assine nossa newsletter

Assine a nossa newsletter para promoções especiais e atualizações interessantes.