Centro de Tratamento de Queimados

O Pilar Hospital inova mais uma vez e traz para Curitiba seu novo Centro de Tratamento de Queimados. Além de permitir integração entre este Centro, o Pronto Atendimento e a área de Terapia Intensiva, é o único hospital no Paraná que oferece o tratamento em diferentes modelos de câmara hiperbárica (multipaciente e monopaciente), com equipamentos que otimizam a cicatrização, auxiliam no combate às infecções e aceleram a plena recuperação dos pacientes. Segundo o Ministério da Saúde, o Paraná é o terceiro estado no ranking de maior proporção de queimados no país. Só na capital paranaense, em 2020, houve um crescimento de 39,5%, totalizando mais de 1.400 pessoas que foram internadas para tratar queimaduras. “Com a chegada, neste início de janeiro, da câmara hiperbárica monoplace, damos início ao recebimento de pacientes no Centro de Tratamento de Queimados do Pilar, oferecendo uma estrutura completa, com equipe multidisciplinar que conta com especialista em hiperbárica, cirurgiões plásticos, equipe de enfermagem, entre outros, somando cerca de 30 profissionais que atuarão para ajudar na recuperação desses casos, dispondo de tecnologia de última geração e especialização para um atendimento completo”, explica Rodrigo Milano, diretor-presidente do Pilar Hospital. Há alguns anos que o Pilar Hospital já se dedica ao tratamento de lesões complexas com curativos especiais, algumas causadas por queimaduras. A partir deste mês, os pacientes (particulares e de planos de saúde) podem ser atendidos no Centro de Tratamento de Queimados do hospital, tanto casos leves quanto complexos, resultantes de queimaduras térmicas, químicas e elétricas, por exemplo. “O nosso protocolo de tratamento foi ampliado para permitir atendimento completo. Muitos casos de queimaduras exigem longos períodos de internação e tratamento. Com acesso às câmaras hiperbáricas, principalmente com a chegada da versão monopaciente, na qual o paciente pode ficar sozinho e isolado, diminuímos as chances de infecção e sequelas. Aliado ao acesso a todos os tipos de curativos, oferecemos o que há de mais atual em termos de tecnologia, hotelaria adaptada e especializada, possibilitando maior conforto para aqueles que enfrentam o tratamento. Buscamos, além de um atendimento de qualidade, diminuir o uso de antibióticos e possibilitar a recuperação completa no menor tempo possível, de acordo com cada quadro”, ressalta Diogo Romariz Peixoto, médico responsável pelo Centro de Tratamento de Queimaduras do Pilar Hospital.  

Pilar Hospital investe em novas tecnologias

São muitos os detalhes que tornam uma empresa referência em sua área de atuação. No caso do segmento da saúde, oferecer equipamentos de ponta é sem dúvidas um dos principais diferenciais que tornam o atendimento ao paciente ainda mais eficaz e com melhores resultados. O investimento em novas tecnologias faz parte dos 56 anos de história do Pilar Hospital, que passou a integrar recentemente a Hospital Care - considerada uma das principais holdings administradora de serviços da saúde. Essas novas tecnologias incluem as primeiras Torres Cirúrgicas de Curitiba para videolaparoscopia 4K – Karl Storz, que oferecem qualidade de imagem na realização de procedimentos minimamente invasivos. Único da região sul do país, outro equipamento já adquirido é o Sistema de Visualização Robótica KINEVO 900 da ZEISS, que mediante injeção de imagem, leva até o cirurgião uma visão multidimensional do campo operatório, e atua em parceria com o neuronavegador Curve – Brain Lab, que otimiza a navegação com planejamento pré-operatório e visualização cirúrgica. Uma das novidades mais esperadas foi a recém-chegada do Robô Da Vinci, uma técnica cirúrgica inovadora, sendo uma das mais avançadas da atualidade, presente em poucos centros hospitalares do mundo. Esses investimentos ampliaram ainda mais o patamar de qualidade no atendimento ao público da região, além de trazer conforto e precisão que resultam em mais segurança aos profissionais da saúde. “É tempo de reinventar, é tempo de crescer”.

Robô Da Vinci para procedimentos minimamente invasivos

A técnica robótica, voltada para a realização de procedimentos minimamente invasivos, trouxe para a área da saúde ainda mais segurança para médicos e pacientes. Nesse segmento destaca-se o robô Da Vinci, a tecnologia mais testada, com maior número de estudos científicos publicados, e o mais utilizado nos países de primeiro mundo, como nos Estados Unidos, e em diversas regiões da Europa e da Ásia.   O Pilar Hospital passou recentemente a integrar a Hospital Care, uma das principais holdings de serviços de saúde do país, e recebeu no início de outubro o robô Da Vinci, que já está em operação. Essa aquisição faz parte do projeto que inclui ampliação e modernização da infraestrutura, com novos equipamentos. O objetivo é permitir ao paciente ser tratado com o que há de melhor em tecnologia do mercado.   Entre os benefícios que o robô Da Vinci proporciona estão:   Grande melhoria no conforto ergonômico do cirurgião; Proporciona uma cirurgia menos invasiva aos pacientes, com menor tempo de recuperação; Maior segurança nos procedimentos, preservando funções e apresentando menor sangramento; Menor tempo de internação, com recuperação mais rápida para os pacientes; Qualidade de imagem e liberdade de movimentos ao cirurgião, o que traz precisão e segurança.     São diversas as áreas da saúde beneficiadas pela cirurgia robótica, como a oncologia, a ginecologia e a urologia, além das cirurgias do aparelho digestivo, geral, torácica e bariátrica.   Para conhecer toda a infraestrutura e diferenciais do Pilar Hospital, visita as nossas redes sociais e o nosso site.

Pilar inicia procedimentos com torres cirúrgicas

Cirurgia minimamente invasiva realizada para diagnosticar e tratar doenças da região abdominal e pélvica, a videolaparoscopia traz como uma de suas características a importância de visualização dos detalhes, decisivos para o resultado do procedimento. No Pilar Hospital foi adquirido recentemente um equipamento considerado o que há de mais moderno nesse segmento e já está sendo utilizado por sua equipe de especialistas. Tratam-se das primeiras torres cirúrgicas de Curitiba para videolaparoscopia 4K – Karl Storz. A qualidade de imagem é o principal benefício dessa tecnologia, que aliada ao efeito de profundidade, traz fatores fundamentais para a segurança e eficiência na videocirurgia. Nitidez e imagem ampliada são outras características. São muitos os diferenciais desse equipamento, incluindo:   Tecnologia 4K; Ampla capacidade de visualização; Riqueza de detalhes; Excelente efeito de profundidade; Alto brilho da imagem; Representação fiel das cores.   A melhor visão, com cirurgias mais minuciosas e detalhadas, possibilita precisão nos movimentos do especialista, que consegue acessar áreas mais profundas e tornar ainda melhor a recuperação do paciente. Aliada ao conhecimento do médico, a técnica atua em patologias como tumores abdominais, endometriose e miomas de útero.   Para conhecer toda a infraestrutura e ainda os diferenciais que tornaram o Pilar Hospital referência em saúde na capital paranaense, visite as nossas redes sociais e o nosso site.     “É tempo de reinventar, é tempo de crescer”.

Newsletter
Newsletter

Assine nossa newsletter

Assine a nossa newsletter para promoções especiais e atualizações interessantes.


    Política de privacidade