12/05/2021

Dia Mundial da Luta Contra o Lúpus: saiba tudo sobre essa doença

No dia 10 de maio é comemorado o Dia Mundial da Luta Contra o Lúpus, uma doença que apenas no Brasil atinge cerca de 65 mil pessoas. Além de alertar para o cuidado com ela, é importante também aproveitarmos essa data importante para conhecermos mais sobre os sintomas, tratamento e prevenção.

Mesmo que seja um mal conhecido, ainda não vemos tantas informações sobre o lúpus e como ele se manifesta. Essas informações são superimportantes, pois a principal forma de combate é por meio do diagnóstico precoce, que nem sempre é tão simples.

O que é lúpus?

Oficialmente chamado de Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES), o lúpus é uma doença autoimune que pode afetar simultaneamente diversos órgãos e tecidos, como pele, articulações, rins e cérebro.
Se não for tratado adequadamente, o lúpus pode até matar, o que torna o diagnóstico uma peça fundamental no processo de cura.

Tipos de lúpus

Discoide

Surge apenas na pele e pode ser percebido em lesões avermelhadas no rosto, nuca e couro cabeludo.

Sistêmico

É o tipo mais comum de lúpus e provoca infecções em todo o organismo, incluindo coração, pulmões e sangue. Pessoas com o lúpus discoide podem evoluir para o sistêmico.

Induzido por drogas

Tem características semelhantes ao sistêmico e costuma desaparecer quando o consumo de drogas ou medicamentos se encerra.

Neonatal

É um tipo raro e surge em recém-nascidos quando a mãe já tem lúpus. Se manifesta com erupções na pele e problemas no fígado, mas tende a desaparecer com o crescimento da criança.

O QUE É UMA DOENÇA AUTOIMUNE → São doenças que surgem quando o próprio sistema imunológico ataca os tecidos saudáveis do corpo. As causas ainda não são totalmente conhecidas, mas cientistas acreditam que a hereditariedade tenha um papel importante para o surgimento delas.

Sintomas do lúpus

Um dos principais motivos da existência do Dia Mundial da Luta Contra o Lúpus é lembrar da importância da atenção aos sintomas da doença.

É importante destacar que não é necessário que todos eles aconteçam ao mesmo tempo, por isso o acompanhamento médico se torna tão necessário a partir do surgimento de qualquer um dos sintomas.

Entre os mais comuns estão os seguintes:

  • Rash cutâneo (lesão em forma de asa de borboleta que pode ocorrer na face, na região das bochechas e ponta do nariz)
  • Dor nas articulações
  • Febre
  • Fadiga
  • Rigidez muscular
  • Queda de cabelo
  • Sensibilidade aos raios de sol
  • Dificuldade para respirar
  • Dor de cabeça
  • Infecções e feridas na boca
  • Alterações hormonais

Como tratar o lúpus

Não existe um tratamento único contra o lúpus, o que demonstra a importância do acompanhamento médico para indicação individual. A alternativa mais comum é a prescrição de medicamentos imunossupressores, que fazem o organismo parar de lutar contra si mesmo.

Prevenção e cuidados

Ela é preocupante principalmente para as mulheres afro-americanas, hispânicas e asiáticas em idade fértil, que são a maioria dos casos de lúpus no país. Mesmo assim, a doença pode se manifestar em ambos os gêneros e várias idades.
Para não provocar a manifestação do lúpus, recomenda-se não se expor demasiadamente aos raios solares, evitar o uso de estrogênios e outras drogas e também gravidez enquanto a doença estiver ativa.

Ainda há muito o que ser feito em pesquisa e cuidado, mas a informação é a primeira arma na luta contra essa doença e na busca por uma qualidade de vida melhor.
Para saber mais sobre como se proteger e também das pessoas ao seu redor, conheça as especialidades CEDIP para cuidar da sua saúde e melhorar a qualidade de vida.

Compartilhe no Facebook Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Twitter
Newsletter
Newsletter

Assine nossa newsletter

Assine a nossa newsletter para promoções especiais e atualizações interessantes.


    Política de privacidade