01/07/2021

Fique atento à saúde da tireoide

O cuidado com a saúde da tireoide é fundamental para que o organismo funcione perfeitamente. Com uma atuação que regula alguns dos nossos principais órgãos e hormônios, essa glândula deve ser tratada adequadamente para que o paciente tenha uma boa qualidade de vida.

E o tratamento é justamente uma das maiores preocupações do assunto, pois cerca de 40% dos brasileiros com hipotireoidismo não realizam o tratamento médico adequado.

Este dado do Encontro Brasileiro de Tireoide de 2020 demonstra a preocupação com essa glândula em formato de borboleta que fica localizada na região anterior do pescoço e “dita o ritmo” de outras funções bem importantes do corpo humano. Com a realização do diagnóstico e controle bem feito é possível ter uma ótima qualidade de vida.

O que é tireoide?

Trata-se de uma glândula que pesa entre 15g a 25g em um adulto e que fica na área conhecida como Pomo de Adão. Ela é responsável por produzir hormônios que ajudam a regular outras funções do nosso corpo, como funcionamento dos rins, fígados, coração e cérebro.

As alterações atingem principalmente as mulheres, mas podem também acontecer em homens e até mesmo crianças. Elas podem ocorrer no formato ou na função e acabam impactando no dia a dia dos pacientes.

Diagnóstico e exames de tireoide

Existem alguns exames que são indicados para avaliar possíveis alterações da tireoide. Confira um pouco mais sobre eles:

  • Exame de sangue: utilizado para encontrar alguma alteração hormonal e o funcionamento da glândula.
  • Dosagem de anticorpos: solicitado quando já existe variação na produção de hormônios para identificar a causa de possíveis doenças na tireoide, como tireoidite de Hashimoto e doença de Graves.
  • Ultrassonografia: feito para identificar o tamanho da glândula e a presença de cistos, tumores e nódulos.
  • Cintilografia: usado para verificar a existência de nódulos suspeitos de câncer.
  • Biópsia: exame feito para saber se o nódulo presente é benigno ou maligno.

Hipertireoidismo e hipotireoidismo: principais sintomas

Hipertireoidismo ou Hipotireoidismo são duas alterações na tireoide e que afetam a saúde da pessoa portadora. Apesar de terem nomes bem parecidos, elas possuem algumas diferenças relevantes.

Hipertireoidismo

Ocorre quando a glândula tireoide produz hormônios em excesso.

Principais sintomas:

  • Agitação e nervosismo
  • Aumento de apetite
  • Dificuldade de concentração
  • Batimentos cardíacos acelerados
  • Perda de peso
  • Inchaço na região do pescoço

Hipotireoidismo

É o contrário do primeiro, pois aqui a glândula não produz a quantidade suficiente de hormônios.

Principais sintomas:

  • Fraqueza e cansaço
  • Queda de cabelo e unhas frágeis
  • Ganho de peso
  • Batimentos cardíacos lentos
  • Depressão e alteração na personalidade

A realização de exames e o seguimento rigoroso do tratamento proporcionam um controle da tireoide e permitem que o paciente possa ter uma boa qualidade de vida. O importante é que isso seja feito logo que os primeiros sintomas apareçam.

Para garantir a sua saúde da tireoide, saiba mais sobre os exames da Cedip e agende agora o seu horário.

Compartilhe no Facebook Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Twitter
Newsletter
Newsletter

Assine nossa newsletter

Assine a nossa newsletter para promoções especiais e atualizações interessantes.


    Política de privacidade