Home - Blog Hospital Pilar

Sinusite

Os meses mais frios no ano costumam ser aqueles em que surgem as crises de Sinusite, uma vez que a época costuma apresentar temperaturas instáveis e baixa umidade do ar. Também conhecida como Rinossinusite, a Sinusite é o processo inflamatório que atinge a mucosa nasal e as cavidades paranasais (onde ficam as passagens do ar que respiramos). [bsf-info-box icon="Defaults-info-circle" icon_size="32" icon_color="#12a39e" title="Classificação da doença" title_font_color="#12a39e"][/bsf-info-box] A doença pode ser classificada em: [bsf-info-box icon="Defaults-chevron-right" icon_size="32" icon_color="#5b8ba9" title="Aguda" title_font_color="#5b8ba9" desc_font_color="#888888" css_info_box=".vc_custom_1486651853392{margin-top: -10px !important;}"]Sintomas que duram até 4 semanas.[/bsf-info-box][bsf-info-box icon="Defaults-chevron-right" icon_size="32" icon_color="#5b8ba9" title="Subaguda" title_font_color="#5b8ba9" desc_font_color="#888888" css_info_box=".vc_custom_1486651860543{margin-top: -10px !important;}"]Duração maior que 12 semanas.[/bsf-info-box][bsf-info-box icon="Defaults-chevron-right" icon_size="32" icon_color="#5b8ba9" title="Recorrente" title_font_color="#5b8ba9" desc_font_color="#888888" css_info_box=".vc_custom_1486651868146{margin-top: -10px !important;}"]Mais de 3 episódios agudos por ano.[/bsf-info-box][bsf-info-box icon="Defaults-chevron-right" icon_size="32" icon_color="#5b8ba9" title="Crônica Agudizada" title_font_color="#5b8ba9" desc_font_color="#888888" css_info_box=".vc_custom_1486651875473{margin-top: -10px !important;}"]Mais de 12 semanas, em que os sintomas ficam mais intensos.[/bsf-info-box][bsf-info-box icon="Defaults-chevron-right" icon_size="32" icon_color="#5b8ba9" title="Complicada" title_font_color="#5b8ba9" desc_font_color="#888888" css_info_box=".vc_custom_1486651882052{margin-top: -10px !important;}"]Complicação local ou sistêmica em qualquer fase.[/bsf-info-box] Caso a doença não seja tratada corretamente, pode haver complicações como meningite, alterações visuais, dores de cabeça intensas com irritabilidade e edemas/eritemas nas pálpebras. [bsf-info-box icon="Defaults-exclamation-triangle warning" icon_size="32" icon_color="#12a39e" title="Causas e Sintomas" title_font_color="#12a39e"][/bsf-info-box] As causas da Sinusite costumam ser infecções por vírus, bactéria ou fungo, alergias ou viroses respiratórias e desvio de septo. Os sintomas mais comuns da Sinusite incluem obstrução nasal (com dificuldade de respirar pelo nariz), dor ou pressão facial, secreção nasal amarelada ou esverdeada e diminuição do paladar ou olfato. O paciente pode ter ainda febre, tosse, mau hálito, dores de dente, pressão no ouvido e fadiga. [bsf-info-box icon="Defaults-medkit" icon_size="32" icon_color="#12a39e" title="Diagnóstico" title_font_color="#12a39e"][/bsf-info-box] Pode ser difícil fazer o diagnóstico baseado apenas na história clínica do paciente. Para confirmar, o médico pode pedir exames de diagnóstico por imagem, como Raio X, Tomografia Computadorizada e, em alguns casos, Ressonância Magnética. Fontes: Fundação Otorrinolaringologia, Revista Brasileira de Otorrinolaringologia, Academia Brasileira de Rinologia, Revista Brasileira de Alergia e Imunopatologia, IAPO, AMB e CFM.

AVC – Acidente Vascular Cerebral

O Acidente Vascular Cerebral (AVC) é a principal doença que causa incapacidade no mundo e a que mais mata no Brasil. Apesar de atingir com maior frequência um número grande de pessoas com idade acima dos 60 anos, as chances existem em qualquer faixa etária, inclusive em crianças. As sequelas que resultam do AVC podem acabar dificultando a vida da pessoa, fazendo com que ela dependa da família para realizar atividades comuns e rotineiras. [bsf-info-box icon="Defaults-question" icon_size="32" icon_color="#12a39e" title="O que é?" title_font_color="#12a39e"][/bsf-info-box] O AVC acontece quando o fluxo sanguíneo dos vasos do sistema nervoso central é reduzido ou bloqueado, aumentando o risco de perda súbita das funções neurológicas e causando danos temporários ou permanentes no cérebro. Em alguns casos, a pessoa pode ter uma “ameaça de AVC”, que é quando o suprimento de sangue nos vasos é bloqueado por um momento e em seguida volta ao normal. A perda das funções neurológicas dura menos de 24 horas, mas significa que o corpo está avisando que há algo errado. Por isso, é necessário que o paciente realize exames para descobrir a causa e tratá-la, evitando que a situação se agrave. [bsf-info-box icon="Defaults-info-circle" icon_size="32" icon_color="#12a39e" title="Tipos da doença" title_font_color="#12a39e"][/bsf-info-box] Há dois tipos da doença: [bsf-info-box icon="Defaults-chevron-right" icon_size="32" icon_color="#5b8ba9" title="AVC Isquêmico" title_font_color="#5b8ba9" desc_font_color="#888888"]Quando há a obstrução ou redução brusca do fluxo sanguíneo dos vasos que levam sangue ao cérebro. É responsável por 85% dos casos de AVC.[/bsf-info-box][bsf-info-box icon="Defaults-chevron-right" icon_size="32" icon_color="#5b8ba9" title="AVC Hemorrágico" title_font_color="#5b8ba9" desc_font_color="#888888"]Também conhecido como derrame, é quando há o rompimento de um vaso dentro ou ao redor do cérebro, causando hemorragia na região.[/bsf-info-box] [bsf-info-box icon="Defaults-exclamation-triangle warning" icon_size="32" icon_color="#12a39e" title="Sintomas" title_font_color="#12a39e"][/bsf-info-box] Fique atento aos seguintes sintomas, principalmente se o início deles for súbito: Fraqueza ou formigamento na face, no braço ou na perna, especialmente em um lado do corpo; Confusão, alteração da fala ou compreensão; Alteração na visão (em um ou ambos os olhos); Alteração do equilíbrio, coordenação, tontura ou alteração no andar; Dor de cabeça súbita, intensa, sem causa aparente. É importante observar e anotar o horário do aparecimento dos primeiros sintomas, pois se o paciente com AVC Isquêmico for atendido em até 4,5h, as chances de ter sequela diminuem. [bsf-info-box icon="Defaults-exclamation-triangle warning" icon_size="32" icon_color="#12a39e" title="Risco" title_font_color="#12a39e"][/bsf-info-box] O AVC tem maiores probabilidades de ocorrer em pessoas que estão em um ou mais grupos de risco: Idosos, histórico de AVC prévio, hipertensos, cardíacos, diabéticos, fumantes, alcoólatras, obesos, sedentários, entre outros. Se você ou um conhecido estiver com os sintomas, não espere! Ligue imediatamente para a ambulância ou vá até um hospital, afinal, cada segundo é fundamental. Tempo perdido é cérebro perdido! Fonte: ABAVC e Sociedade Brasileira de Doenças Cerebrovasculares

Hérnia de Disco

A Hérnia de Disco causa inabilidade aos pacientes, se tornando a razão mais frequente para as dispensas do trabalho por incapacidade. Considerada uma doença comum, calcula-se que cerca de 3% da população mundial seja afetada. Com maior incidência acima dos 35 anos, estima-se que a idade média para aparecimento dos primeiros sintomas é aos 37 anos, sendo que em 76% dos casos há 10 anos antes uma crise lombar. Ela consiste no enfraquecimento ou sobrecarga do disco intervertebral (estrutura localizada entre as vértebras da coluna que funciona como amortecedor dos impactos de uma vértebra sobre a outra). Nesses casos, há o rompimento do anel fibroso e o deslocamento do núcleo pulposo, materiais encontrados na parte central do disco intervertebral. Os locais mais comuns em que o problema acontece são a região lombar e a cervical: [bsf-info-box icon="Defaults-chevron-right" icon_size="32" icon_color="#5b8ba9" title="Hérnia de Disco Lombar" title_font_color="#5b8ba9" desc_font_color="#888888"]Causada por esforços constantes que a pessoa faz quando carrega peso, inclinando o tronco para frente, sem o devido acompanhamento.[/bsf-info-box][bsf-info-box icon="Defaults-chevron-right" icon_size="32" icon_color="#5b8ba9" title="Hérnia de Disco Cervical" title_font_color="#5b8ba9" desc_font_color="#888888"]Possui maior relação com problemas de postura (cabeça e ombros) da pessoa e com esforços e movimentos impróprios dos membros superiores.[/bsf-info-box] Na maior parte das vezes, a doença não causa dores e queixas. Em algumas situações, porém, a Hérnia de Disco é acompanhada por dores localizadas, caracterizadas sensação de travamento, ou por dores que se irradiam para os membros superiores ou inferiores, ocorridas pela compressão de raízes nervosas. Para afirmar a presença da Hérnia de Disco, o médico analisa o histórico de dor e o exame físico do paciente, utilizando os exames de diagnóstico por imagem (Ressonância Magnética, Tomografia) para confirmar o problema. Caso suspeite da doença, marque uma consulta com um médico para tirar suas dúvidas. Clique e assista ao vídeo que explica sobre a doença! Fontes: Sociedade Brasileira de Reumatologia, Sociedade Brasileira de Neurologia, Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia e Artigo do Dr. Wilson Fábio Negrelli publicado na Revista Acta Ortopédica Brasileira.

Osteoporose

A Osteoporose é uma doença que atinge os ossos do corpo humano, aumentando as chances da pessoa sofrer fraturas. Atualmente, 10 milhões de brasileiros convivem com a doença e, a cada ano, cerca de 2,4 milhões de fraturas ocorrem por motivo da descalcificação óssea. A boa notícia é que a Osteoporose pode ser prevenida, diagnosticada e tratada. Confira mais informações abaixo: [bsf-info-box icon="Defaults-question" icon_size="32" icon_color="#12a39e" title="O que é?" title_font_color="#12a39e"][/bsf-info-box] A Osteoporose se caracteriza pela diminuição da massa óssea, o que faz com que os ossos fiquem fracos, sensíveis e mais suscetíveis a quedas e fraturas. Os locais mais atingidos pela doença costumam ser os ossos da coluna, do quadril, da perna e do punho. [bsf-info-box icon="Defaults-exclamation-triangle warning" icon_size="32" icon_color="#12a39e" title="Fatores de Risco" title_font_color="#12a39e"][/bsf-info-box] Os grupos com maior probabilidade de desenvolver esse problema são: mulheres após a menopausa, por motivo da diminuição dos níveis de estrogênio, hormônio fundamental para manter o equilíbrio da massa óssea; homens com mais de 70 anos, pelo fato do envelhecimento acentuar a perda de massa óssea. Outros fatores também precisam ser levados em conta:hereditariedade, dieta pobre em cálcio, excesso de fumo e álcool, imobilização prolongada ou falta de exercícios, medicamentos (tratamentos de longa duração com alguns medicamentos, como corticóides e outros). [bsf-info-box icon="Defaults-check" icon_size="32" icon_color="#12a39e" title="Prevenção" title_font_color="#12a39e"][/bsf-info-box] Algumas medidas evitam que a doença se torne um problema no futuro: praticar exercícios indicados para o fortalecimento dos ossos (como alongamento, caminhada, entre outros), inserir alimentos ricos em cálcio na dieta, evitar quedas, parar de fumar, cuidar com a ingestão de álcool em excesso, não abusar do café e do sal na alimentação. [bsf-info-box icon="Defaults-exclamation-triangle warning" icon_size="32" icon_color="#12a39e" title="Sintomas" title_font_color="#12a39e"][/bsf-info-box] Por ser uma doença silenciosa, a Osteoporose raramente apresenta sintomas antes que um acidente aconteça. [bsf-info-box icon="Defaults-medkit" icon_size="32" icon_color="#12a39e" title="Diagnóstico" title_font_color="#12a39e"][/bsf-info-box] Para que situações assim não aconteçam, é necessário fazer exames preventivos regulares para que o diagnóstico aconteça antes que o problema se agrave. A Densitometria Óssea  é o exame mais adequado para o diagnóstico precoce da Osteoporose, possibilitando descobrir o estágio da doença, além de ser o melhor método para acompanhar o tratamento. Segundo posições Oficiais da Sociedade Brasileira de Densitometria Clínica (SBDens), as Indicações para Avaliação da Densidade Mineral Óssea são: [bsf-info-box icon="Defaults-chevron-right" icon_size="32" icon_color="#5b8ba9" title="Mulheres com idade ≥ a 65 anos e homens com idade ≥ a 70 anos;" title_font_color="#5b8ba9" css_info_box=".vc_custom_1486652111894{margin-top: -10px !important;}"][/bsf-info-box][bsf-info-box icon="Defaults-chevron-right" icon_size="32" icon_color="#5b8ba9" title="Mulheres acima de 40 anos, na transição menopausal (1-2) e homens acima de 50 anos de idade, com fatores de risco;" title_font_color="#5b8ba9" css_info_box=".vc_custom_1486652117550{margin-top: -20px !important;}"][/bsf-info-box][bsf-info-box icon="Defaults-chevron-right" icon_size="32" icon_color="#5b8ba9" title="Adultos com antecedente de fratura por fragilidade, condição clínica ou uso de medicamentos associados à baixa massa óssea ou perda óssea;" title_font_color="#5b8ba9" css_info_box=".vc_custom_1486652122684{margin-top: -20px !important;}"][/bsf-info-box][bsf-info-box icon="Defaults-chevron-right" icon_size="32" icon_color="#5b8ba9" title="Indivíduos para os quais são consideradas intervenções farmacológicas para osteoporose;" title_font_color="#5b8ba9" css_info_box=".vc_custom_1486652128822{margin-top: -20px !important;}"][/bsf-info-box][bsf-info-box icon="Defaults-chevron-right" icon_size="32" icon_color="#5b8ba9" title="Indivíduos em tratamento para osteoporose, para monitoramento de sua eficácia;" title_font_color="#5b8ba9" css_info_box=".vc_custom_1486652134945{margin-top: -20px !important;}"][/bsf-info-box][bsf-info-box icon="Defaults-chevron-right" icon_size="32" icon_color="#5b8ba9" title="Indivíduos que não estejam sob tratamento, porém nos quais a identificação de perda de massa óssea possa determinar a indicação do tratamento;" title_font_color="#5b8ba9" css_info_box=".vc_custom_1486652140944{margin-top: -20px !important;}"][/bsf-info-box][bsf-info-box icon="Defaults-chevron-right" icon_size="32" icon_color="#5b8ba9" title="Mulheres interrompendo terapia hormonal (TH)." title_font_color="#5b8ba9" css_info_box=".vc_custom_1486652147343{margin-top: -20px !important;}"][/bsf-info-box] A CEDIP realiza a Densitometria Óssea por Dexa, considerada Padrão Ouro para a avaliação da composição corporal. Com o pedido do exame em mãos, feito por um médico especialista, agende seu exame aqui. Fontes: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, Sociedade Brasileira de Reumatologia e Associação Nacional contra a Osteoporose. 

1 52 53 54 55 56 57
Newsletter
Newsletter

Assine nossa newsletter

Assine a nossa newsletter para promoções especiais e atualizações interessantes.


    Política